25 out · Bruna Monte · Sem Comentários

As vantagens de brincar com blocos

Há séculos as crianças usam objetos para brincar e aprender.  Elas extravasam a imaginação para atribuir funções, nomes e poderes a esses objetos. Os blocos de madeira surgiram de uma observação dessas brincadeiras naturais das crianças e o impacto do uso da criatividade no desenvolvimento infantil.

De início as crianças tendem a carregar o bloco e andar com ele de um lado para outro. Depois, passam a explorar construções (fileiras horizontais ou verticais, pontes, cercados) e desenhos que requerem mais blocos. Elas passam, então, a nomear as estruturas e criar histórias e contextos para elas de acordo com o ambiente em que vivem.

Originalmente os blocos eram improvisados, feitos de madeira pelas próprias crianças ou com a ajuda dos pais. Posteriormente foram produzidos industrialmente – hoje existem blocos de madeira, plástico, blocos de encaixar, etc.

Os blocos de madeira são um tipo de brinquedo “aberto”, que permite diversas formas de brincar.  Para estimular o aprendizado, os pais e educadores devem introduzir os blocos gradualmente, para que a criança conheça e experimente suas propriedades. Também é importante encorajar as tentativas da criança e incentiva-la a conhecer as características das construções, chamando a atenção para edifícios reais ou fotos e incentivando seus comentários.

“Os adultos devem aceitar o nome dado pelas crianças para suas construções, sem questionar: as crianças estão experimentando, não necessariamente criando ou representando algo. Elas fazem algo para ver no que dá, para ver se funciona.”, comenta a psicóloga Denise Rocha Mazucchelli.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − 7 =

Copyright © 2016 Rede Primeiros Passos