1 set · Bruna Monte · Sem Comentários

Crianças com irmãos mais velhos se desenvolvem com mais facilidade?

Existem evidências que apresentam o primeiro filho como cobaia dos pais. Essa condição os dá custos e benefícios, vantagens e desvantagens. Por exemplo, diversos estudos mostram que o primeiro filho tende a ser mais cauteloso e conservador, e filhos mais novos tendem a ser mais “desafiadores” ou “rebeldes”.

“Filho único” há décadas deixou de ser uma decorrência do número de filhos e passou a ser uma forma de tratar os filhos: há famílias em que todas as crianças são tratadas e se comportam como filho único.

 

“O fato de a criança ter de conviver com outras crianças – irmãos, parentes ou colegas – apresenta oportunidades, estímulos e desafios que frequentemente exigem um esforço de adaptação maior. E, como todo esforço, pode resultar em benefício para o desenvolvimento. Mas isso não é um fato – é uma condição que tanto pode ser favorável quanto desfavorável. Vai depender de cada caso”, diz o Prof. João Batista Oliveira, especialista em Educação, presidente do Instituto Alfa e Beto e idealizador da Rede Primeiros Passos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 1 =

Copyright © 2016 Rede Primeiros Passos