O que faz a diferença no desenvolvimento das crianças?

29 jul · Maicon Douglas · Sem Comentários

O que faz a diferença no desenvolvimento das crianças?

No Dia das Crianças costumamos nos preocupar muito com o presente que vamos dar: se vai caber no orçamento, se vai agradar, se é o brinquedo da moda… Às vezes, porém, nos esquecemos que o presente é o que menos importa nesse dia. Para as crianças, principalmente para as pequenas, a interação apropriada e afetiva com o adulto é um dos fatores mais importantes de seu desenvolvimento e deve ser promovida da melhor maneira possível – nesse dia, e em todos os outros.

Evidências acumuladas nas últimas décadas têm ressaltado o papel da interação no desenvolvimento saudável das crianças. A afetividade e a emoção são dimensões essenciais no cuidado, com reflexos duradouros, que os pequenos levam para a vida toda. Por esse motivo, nós fazemos uma proposta: neste Dia das Crianças, reserve seu tempo para interagir de maneira saudável com as crianças. E mais: faça disso uma prática cotidiana! Como? Veja algumas sugestões:

Leia com a criança: sentar para ler juntos uma história é uma das raras oportunidades que os pais e cuidadores têm de conversar com as crianças sobre os temas mais diversos e usando um vocabulário diferente do utilizado no dia a dia. Estudos mostram que o contato com os pequenos durante o momento de leitura faz com que eles cresçam com menos problemas de comportamento, além, é claro, de ajudar na vida escolar no futuro. Escolha um livro novo para ler com a criança, converse sobre a história e aproveite o feriado para fazer isso de maneira tranquila, sem a pressa do dia a dia.

Brinque ao ar livre: correr em parques, praias e pátios traz inúmeros benefícios para a saúde, tanto dos adultos quanto das crianças. Mas além desse impacto na saúde, as brincadeiras permitem que adultos e crianças convivam em um mesmo espaço imaginário, compartilhando as regras de um jogo, por exemplo, algo que acontece com pouca frequência nas trocas cotidianas. Promova uma rodada de brincadeiras com a criança, ensinando para ela jogos diferentes e, é claro, participe ativamente.

Promova uma refeição em família: nos dias de hoje são raras as oportunidades de sentar à mesa com toda a família, mas isso é de extrema importância para promover a conversa e a interação. Pesquisas mostram que partilhar a refeição é uma maneira de estimular hábitos alimentares mais saudáveis e também de garantir espaço de troca entre os membros da família. Invente um prato novo e convide as crianças para ajudar nos preparos. E se você já tem essa prática na sua rotina, procure fazer isso de uma nova maneira. Já pensou em um piquenique no parque, por exemplo?

Como você pode perceber, essas ideias não demandam altos orçamentos ou planejamento especial. São atividades que podem – e devem – acontecer com frequência na relação entre adultos e crianças.

A importância dessas interações, que ajudam a construir relações de afeto e carinho, é um dos temas abordados no documentário O Começo da Vida, uma iniciativa da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal (FMCSV), da Fundação Bernard van Leer e da Maria Farinha Filmes que estreia em março. “Você é a coisa mais importante na vida da criança. É o vínculo que você constrói com seu filho que faz toda a diferença no mundo”, diz uma das entrevistadas. E esta é a nossa mensagem para este Dia das Crianças!

Assista ao trailer e emocione-se: http://ocomecodavida.com.br/

Não esqueça de escrever contando como aproveitou o Dia das Crianças para promover a interação com os pequenos!

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 2 =

Copyright © 2016 Rede Primeiros Passos